5 dicas importantes para escolher uma franquia

Você já pensou em trabalhar com um negócio já consolidado e que traga menos trabalho do que começar do zero? Se já se interessou pelo assunto e busca ter essa renda a mais, vem conferir essas dicas importantes para escolher uma franquia e não ter problemas.

O que é uma franquia?

Antes precisamos explicar melhor o que é uma franquia.

A franquia, franchise ou franchising, é um modelo de negócio em que uma marca comercializa o direito de uso. Não apenas isso, mas também patente, know-how, distribuição e a infraestrutura.

Esse modelo de negócio, prevê que um investidor possa ter o direito de uso e replicar em um local diferente, mas no mesmo formato usado e reconhecido no mercado.

O formato de franquia é uma das melhores formas de começar um negócio. Afinal é muito mais fácil utilizar a qualidade, nome e formato que já possuem reconhecimento no mercado, do que começar algo do zero.

As franquias são legalizadas?

O conceito de franquia, que se trata praticamente de clonar um negócio bem-sucedido, é sim, legalizado no Brasil. Inclusive, você já deve ter conhecido diversos negócios nesse modelo sem perceber, por exemplo, Habib’s e McDonald’s.

A Lei N° 13.966, de 26 de dezembro de 2019, que trata de franquias.

“Art. 1º Esta Lei disciplina o sistema de franquia empresarial, pelo qual um franqueador autoriza por meio de contrato um franqueado a usar marcas e outros objetos de propriedade intelectual, sempre associados ao direito de produção ou distribuição exclusiva ou não exclusiva de produtos ou serviços e também ao direito de uso de métodos e sistemas de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvido ou detido pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem caracterizar relação de consumo ou vínculo empregatício em relação ao franqueado ou a seus empregados, ainda que durante o período de treinamento.”

5 Dicas importantes para escolher uma franquia?

Começar uma empresa do zero requer muito estudo, teste e paciência. Então, por que não adquirir um negócio sólido e reconhecido no mercado? Embora seja uma boa maneira de começar a empreender, é preciso ficar de olho. Confira nossas dicas.

Descubra o valor inicial de investimento

Existem franquias com os mais diversos tipos de investimentos, algumas podem passar de um milhão de reais. Por isso, você tem que buscar aquelas que caibam no seu orçamento.

Se você ainda não tem todo esse capital ou quer começar com um investimento menor, aposte em microfranquias.

As microfranquias são a categoria em que a aplicação inicial é de até R$ 90 mil. Passando desse valor já é considerado uma franquia, sem valor máximo estabelecido, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Portanto, verifique quanto você tem para investir inicialmente e pesquise sobre franquias que se enquadram no seu budget.

Muitas vezes pode ser interessante não investir tudo que tem, pois, mesmo franquias requerem tempo para o retorno total do capital e lucro.

Escolha algo com que se identifique

Um erro que muitos franqueados cometem é escolher um negócio pelos motivos errados. Alguns escolhem porque é algo que está “bombando na cidade” ou mesmo porque é uma franquia gigantesca e conhecida. Embora sejam motivos plausíveis, nem sempre são uma boa escolha.

Afinal, uma moda é passageira e uma grande franquia pode já ter muitas lojas na cidade. De qualquer forma, escolha algo com o que se identifique. Pense no que gosta de fazer, qual público quer trabalhar, ou uma marca com a qual se identifique.

Afinal, se você ama cozinhar, por exemplo, não vai ser muito interessante abrir uma franquia de beleza, enquanto poderia abrir de alimentação.

Liste quais os mercados onde você se sentiria bem em trabalhar e foque neles.

Descubra mais sobre a franquia

Após selecionar algumas marcas do seu interesse, busque saber mais sobre ela, fazendo uma visita, por exemplo. Alguns detalhes que precisa observar são:

  • O produto é de qualidade
  • O que eles irão entregar
  • Como é o suporte da empresa para os franqueados
  • Existe concorrência na região? Vale a pena concorrer ou iniciar algo novo com demanda
  • Passo a passo do funcionamento do processo de implantação
  • Como funciona o modelo de negócio do ramo da franquia

Além disso, você pode fazer uma visita e conversar com um franqueado para ouvir a opinião dele sobre o negócio.

Analise também se o nicho vai se dar bem na sua cidade e se é promissor, de maneira geral.

Descubra também se o modelo de negócio é simplificado, pois, quanto mais complicado for mais será trabalhoso para iniciar e continuar.

Cuidado com a escolha do local

A localidade também é muito importante na hora de abrir uma franquia, afinal, vai fazer toda a diferença.

Escolha um local que tenha o público ideal, conforme a opção de franquia de sua preferência. Além disso, descubra o fluxo de pessoas no local ou o bairro em geral, se vai trabalhar com delivery, por exemplo.

Verifique o processo de aquisição da franquia

Antes de tudo, descubra se é um negócio sólido, sem restrições no mercado ou com problemas jurídicos, isso no caso da própria franquia e não de franqueados.

Os documentos para começar o negócio, normalmente, são?

Circular de Oferta de Franquias (C.O.F)

Documento onde a franquia deve trazer todas as informações em relação ao negócio, por exemplo, condições, aspectos legais, deveres, obrigações e responsabilidades de todas as partes.

Além disso, esse documento precisa ser entregue com pelo menos 10 dias de antecedência a qualquer pagamento de taxa ou contrato.

Nele vai ter todas as informações que você precisa se atentar sobre a franquia e, inclusive, pode querer consultar vez ou outra.

Escolha uma empresa que tenha a comunicação objetiva e clara, não deixando nenhuma interpretação dúbia.

Pré-contrato

Depois de conhecer o C.O.F, caso o negócio vá ser fechado em nome de uma pessoa física e já tenha um ponto definido, também precisará de pré-contrato. Este documento vai assegurar juridicamente a parceria inicial, mas também dar início as etapas a serem feitas.

O pré-contrato não é obrigatório, ficando a escolha da marca de tê-lo ou não.

Contrato de franquia

Ao final será assinado o contrato de franquia, onde estarão descritas todas as cláusulas com os deveres de cada parte. Lembre-se de analisar tudo, de preferência com a ajuda de um advogado.

Além desses cuidados, no processo de aquisição também observe o processo de contratação. Escolha uma empresa que exija suas informações, mas também analise se você está qualificado para abrir uma franquia deles.

Ao se preocupar apenas com o valor, uma franquia arrisca a sua marca, escolha uma que tenha um processo de adesão completo.

BÔNUS

Descubra o propósito da marca

Não escolha uma franquia sem descobrir se a marca tem propósito e se este propósito está em conformidade com o seu.

Quando todos os franqueados trabalham por esse propósito, tudo fará mais sentido, você será mais engajado e os colaboradores serão mais felizes.

Aqui na Papá Comida de Criança, por exemplo, nossa marca tem o propósito de empoderar mulheres e mães a terem o seu próprio negócio. Além disso, tudo começou com o desejo de uma mãe em prover alimentação saudável e ideal para seus próprios filhos.

De lá para cá, a Papá já conta com mais de 50 franqueados em todo Brasil.

Faça parte desse propósito e seja um de nossos franqueados para ter uma renda a mais e com um negócio totalmente simplificado.