Como ser empreendedora e mãe, e conseguir fazer os dois?

Ser empreendedora e mãe não é uma tarefa fácil. Afinal, já precisamos ser tantas coisas, não é mesmo? Precisamos ter um lado médica, nutricionista, professora e muito mais. No entanto, é possível sim, ser as duas coisas e aqui nós falamos mais sobre isso. Confira.

Explore o mercado da maternidade

Eu tenho certeza de que você já leu sobre tudo que ouviu falar acerca de roupas, comidas, métodos, dores e tudo que envolve seu filho. Então, já deve estar por dentro de muita coisa, mas também notou que é um dos mercados com clientes mais dedicados e engajados que existem.

Afinal, o que pode ser mais importante para os pais do que as suas crianças?

O nicho de bebês e crianças faz sucesso, justamente por causa desse desejo e sonho que toda mãe tem de oferecer sempre o melhor para o seu filho.

Após se tornar mãe, você também deve ter percebido a necessidade de consumir produtos que antes não tinham nada a ver com a sua rotina. No entanto, ao precisar consumir esses produtos também deve ter reparado que nem sempre o mercado consegue atender.

Isso foi o que aconteceu comigo também. Afinal, a Papá, minha empresa, surgiu dessa necessidade que eu tinha de prover uma alimentação ideal e saudável, enquanto eu não conseguia tempo ideal para isso.

Desta forma, nada melhor do que começar a empreender nesse mercado que se identifica tanto.

Invista em franquias

De fato, começar um negócio do zero é muito mais complexo do que comprar uma empresa andando. Inclusive, uma franquia já passou por todos os pontos de melhoria em relação a processos, logísticas e atualizações, portanto, o negócio já está redondinho.

Veja algumas vantagens de começar por uma franquia e não por um negócio do zero:

  • Já começa com uma marca consolidada
  • Ambos os envolvidos, franqueado e franqueador, estarão seguros juridicamente
  • Você passa por um processo de qualificação em gestão
  • Terá tudo que precisa para controlar o negócio
  • A franquia entrega o local pronto para começar, mas você precisa ter o ponto comercial
  • Uma boa franquia mantém o lançamento de produtos sempre de olho em tendências e no público
  • A padronização garante a qualidade dos produtos
  • Suporte antes e durante todo o processo
  • Busca contínua de modernização e melhoria
  • Suporte de planejamento financeiro
  • Suporte nas redes sociais, afinal é super importante hoje em dia
  • As melhores franquias trazem modelo de negócio simplificado
  • Algumas conseguem uma implantação rápida, ou seja, em menos de 5 meses

Aqui na Papá, por exemplo, o produto já é pronto, facilitando mais ainda a sua vida.

Escolha um negócio que tenha tudo a ver com você

Para ter sucesso em um negócio, você precisa escolher algo que tenha tudo a ver com você. Tanto para se adaptar melhor, quanto para seguir com tranquilidade e até mesmo manter o engajamento ao longo dos primeiros anos, pois será crucial.

Ter paixão e conhecimento pela atividade que exerce traz mais realização e vontade de fazer dar certo. Investir em um negócio que você não tem conhecimento a respeito ou que não tenha nada a ver com você, não vai para frente. Acredite.

Então, escolha algo com que se identifique e que poderá contar com a sua paixão e dedicação ao longo do tempo.

Busque sempre qualificação

Independente do ramo que você empreenda, esteja sempre buscando qualificação. Não pense que porque seu currículo não está mais em jogo, você não precisa aprender coisas novas ou melhorar suas habilidades de empreendedora.

Empreendedores necessitam de muito conhecimento, apesar do suporte da franqueadora. Afinal, precisam lidar com planejamento financeiro, saber calcular bem os custos e os ganhos para precificar. Também entender um pouco de impostos, de departamento pessoal, estratégias de negócio e marketing. E esses são só exemplos, afinal, precisa também entender de vendas, treinar a equipe e técnicas de gerência também. Ufa! Quanta coisa, não é?!

Há uma infinidade de coisas para aprender, porém, sabemos que por ser uma supermãe, também tem pouco tempo para isso. No entanto, você pode tirar uma horinha por dia para aprender mais. O importante é se manter em movimento.

Disciplina e rotina que faça sentido

Talvez a pior parte de ser mãe e empreendedora é conciliar as duas rotinas. Além disso, é muito importante também saber separar os papéis. Confira essas dicas:

1. Determine o seu local de trabalho

Se tem um cômodo sobrando, faça dele o seu escritório. Se não tem, crie um espaço no canto para ser o seu local de trabalho. Assim, vai saber que aquele local é para isso e deve manter a disciplina.

2. Tem alguém para te ajudar?

Você conta com a ajuda de alguém, creche, escola? Ótimo. Pois, assim, você pode aproveitar esses momentos para trabalhar. Se você não tem esse apoio e são crianças pequenas, aproveite horários de soneca e os que estão entretidos com algo para cuidar do seu negócio. Se o seu filho for maiorzinho, pode explicar para ele que é o seu local de trabalho e quando estiver lá ele deve respeitar esse limite.

3. Defina também os horários

Seja na maternidade e no empreendedorismo, definir horários é importante. Então aproveite para criar essa ideia de que vai ser o tempo disponível para trabalhar e mantenha na rotina. Evite as notificações no celular, pois elas costumam atrapalhar.

Busque o suporte necessário

As mães costumam ser tudo na casa, a super-heroína, a que resolve os problemas, quebra galho, dá carinho, faz o lanche, brinca e muito mais.

Por isso, costumam ser as mais acionadas e, mesmo que você seja a criatura mais desenrolada desse planeta, não vai conseguir dar conta sozinha.

Por isso que você precisa de uma base de apoio. Uma ideia boa é descobrir os horários que outra pessoa da família tem disponível para ajudar. Muitas vezes você pode ter duas horas de trabalho muito produtivas enquanto o pai ou a avó cuida das crianças.

Mesmo com essa rede de apoio, você precisa se planejar e ter disciplina quanto aos horários. Não esqueça de que conciliar a vida de empreendedora e mãe será sempre complicado, independente da ajuda que tiver. Assim, saiba aproveitar os momentos de trabalho, mas também tenha em mente seus objetivos para conseguir fazer funcionar.

Que tal começar com um negócio feito de mãe para mãe? Pensado para suprir a necessidade de mães super ocupadas, que pensam na saúde dos filhos?

A Papá foi pensada justamente para ajudar as mães em seu dia a dia, por isso, tenho certeza de que é um negócio a sua cara.

E o melhor, muito simplificado de fazer acontecer. Vem saber mais sobre a franquia da Papá Comida de Criança. Clique aqui.